A história da pinacoteca e de São Bernardo será contada em um jogo de tabuleiro. O movimento Ajarani entregou nesta terça-feira (08), caixas de vivências do projeto “(Re)descobrindo a Pina: Jogos em Ação Educativa”, para sete espaços culturais do município.

Foram desenvolvidos três jogos. As atividades são destinadas a crianças a partir de 10 anos até adultos, com duração média de 40 minutos. O tabuleiro traz lugares famosos de São Bernardo, como o Pavilhão e Estúdio Vera Cruz, a Cidade das Crianças o Teatro Elis Regina, a Câmara de Cultura, o antigo Espaço Henfil e a Biblioteca Monteiro Lobato, além dos locais onde a Pinacoteca já foi localizada.

No jogo, os pinos são miniaturas da obra Pássaro (2009), de Orbetelli, que se encontra no Jardim das Esculturas – ao lado de fora da Pinacoteca. Por meio de pistas descritas em cartas, o competidor conhece a história da cidade ao longo da partida. Já a brincadeira com carta está relacionada às obras de artes da cidade e seus respectivos artistas. Para vencer, é necessário obter a que tem o maior valor, sendo esta escolhida coletivamente numa etapa anterior, por funcionários e munícipes.

Tem também o jogo da forca, que traz um quebra-cabeça com a foto da Pinacoteca e, conforme são feitas perguntas sobre os artistas, como Jerônimo e Maria Irene, vai sendo desmontado a cada palpite errado. Essas brincadeiras serão entregues à Pinacoteca e seis bibliotecas municipais: de Arte Ilva Aceto Maranesi, Monteiro Lobato, Guimarães Rosa, Manuel Bandeira, Érico Veríssimo e Malba Tahan.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui